Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 14 de maio de 2010

"EU TENHO O PODER" NO FUTEBOL

Bom dia caros amigos.
Após refletir sobre a convocação do Dunga comecei a refletir até onde uma pessoa por egoismo ou por achar que pode estar acima de tudo toma certas decisões.
Sempre se diz na lógica do futebol que é o melhor jogador é o que está jogando o de melhor no momento.
Pensando nessa forma você pega a escalação do Dunga e não ve Paulo Ganso relacionado ae pensa o que mais o menino precisa jogar para mostrar que é o melhor.
Quando você le o argumento do Dunga que diz que o menino não tem experiencia, que falhou na sub-20 e assim por diante pensa, quem foi o Paulo Ganso agora, um menino que fez maravilhas no campeonato , chamou a responsabilidade para si.
Agradecemos a Deus que em 1958 o Dunga não existiu senão Pelé não seria rei, pois com 16 anos já era tudo de melhor no futebol.
Por esses motivos desde a seleção de 1982 que para mim foi o encerramento dos artistas do futebol não me impressiono e nem fico mais entusiasmado com a Seleção, pois ela se tornou um comércio horrivel, onde nem sempre joga o melhor mas sim o que fica melhor na vitrine.

Até outro dia caros amigos....

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pregador é preso por dizer que homossexualidade é pecado

Um pregador britânico foi preso depois de ter dito durante sermão na rua que homossexualidade é um pecado.

Dale McAlpine foi acusado de causar "alarme, intimidação e angústia" depois que um policial comunitário ouviu o pastor batista mencionar vários "pecados" citados na Bíblia, inclusive blasfêmia, embriaguez e relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo, de acordo com o jornal britânico The Daily Telegraph.

Dale McAlpine, 42 anos, prega nas ruas de Wokington, na região de Cumbria, no noroeste da Inglaterra há anos, e disse que não mencionou homossexualismo quando fazia o sermão do alto de uma pequena escada, mas admitiu ter dito a uma pessoa que passava que acreditava que a prática era contrária aos ensinamentos de Deus.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, o policial Sam Adams identificou-se como o agente de ligação entre a polícia e a comunidade gay e transsexual e avisou o pregador, que distribuía folhetos e conversava com as pessoas nas ruas, que ele estava violando a lei. Mas ele continuou pregando e foi levado para a prisão, onde permaneceu por sete horas.

O pregador disse que o incidente foi "humilhante", segundo o Daily Telegraph. "Eu me sinto profundamente chocado e humilhado por ter sido preso em minha própria cidade e tratado como um criminoso comum na frente de pessoas que eu conheço."

"Minha liberdade foi tolhida por rumores vindos de alguém que não gostou do que eu disse, e fui acusado usando-se uma lei que não se aplica", afirmou Dale.

O processo contra McAlpine por supostas declarações públicas contra gays ocorre semanas depois que um juiz britânico disse que não há proteção especial na lei para crenças cristãs.

O juiz decidiu favoravelmente a uma organização que demitiu um terapeuta de casais por se recusar a atender casais gays alegando que isso seria contra seus princípios cristãos.


Texto Retirado do Site UOL.

Fim dos tempos mesmo.

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget